anuncie

[:pb]Marcos Roberto é engenheiro mecânico apaixonado por drones. Aeromodelista há 10 anos, no projeto de TCC da faculdade onde cursou Engenharia surgiu a ideia de criar do zero um frame para quadricóptero. O primeiro protótipo foi todo feito em alumínio. Mas, não ficou tão bom quanto ele gostaria. Partiu então para o segundo protótipo, todo feito em acrílico, pesando “apenas” 800g, e atendendo melhor às necessidades do projeto.

No evento internacional sobre drones, realizado recentemente em Campinas, Marcos apresentou seu projeto e deu ideias de como personalizar um drone fazendo uso da impressão 3D. Em primeiro lugar, a dica dele é pensar em qual será a finalidade do drone, antes de pensar em construir um do zero. Por exemplo: vai usar para filmagens, ou apenas como hobby? No caso dele, que gosta de pesca esportiva, ao invés de usar a cevadeira para lançar ração aos peixes, um processo bastante repetitivo e chato de fazer manualmente, ele teve a ideia de usar seu drone para unir o útil ao agradável.

A segunda dica é buscar ajuda com quem já é referência no meio. “Eu tive um ‘padrinho’ no meu grupo de TCC, então a parte da placa controladora, de ajuste, de configuração, de teste de vôo, foi ele quem nos auxiliou”, conta. “É sempre bom ter como referência alguém que já passou por diversos problemas porque os erros fazem parte do processo de aprendizado. Às vezes você acaba comprando algo por um valor que, talvez se tivesse conversado com alguém antes, por uma diferença muito pequena poderia ter comprado algo muito melhor, mas, na inexperiência, acaba concluindo a compra porque não tem conhecimento total do assunto”.

No vídeo abaixo, Marcos comenta os desafios que enfrentou no processo de personalização do seu drone, e dá mais dicas a quem deseja seguir pelo mesmo caminho:

Quem quiser contatá-lo para mais informações sobre o projeto, o email é:  mrbs.marcos@gmail.com[:]

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário
Por favor informe seu nome